Beladonna - Página inicial
Meus pedidos Carrinho de compras Finalizar pedido Entrar em contato
Telefone Envie sua receita
Home Empresa Como comprar Formas de pagamento Trocas e devoluções Notas de privacidade
Nome:

E-mail:

Qual emagrecedor vc mais gosta?



[ Ver resultados ]

Votos: 254
Comentários: 151

Ioimbina 5 mg

  • Fórmula Magistral elaborada com o ativo Cloridrato de Ioimbina.

  • Fabricante:A Beladonna
Quantidade
Ao comprar este produto, você irá adquirir
0
pontos!
Esse produto encontra-se indisponível.Deixe seu contato que avisaremos quando chegar.
Avise-me quando disponível
R$ 48,00

ou em até 1x de R$ 48,00 no cartão ou R$ 43,20 à vista com 10% desconto
  • Calcular frete
  • Indicar este produto
  • Deixar um comentário
    • PayPalPayPalem até 1x de R$ 0,00 sem juros ou R$ 48,00 à vista
    • PagSeguroPagSeguroem até 1x de R$ 48,00 sem juros ou R$ 48,00 à vista
  Descrição   |  Indicação   |  Composição   |  Posologia   |  Efeitos Colaterais   |  Interações Medicamentosas   |  Observações   |  Armazenamento   |  Prazo de Validade   |  Advertências   |  Referências Bibliográficas   |  Prazo para entrega

Descrição
Ioimbina, um alcalóide indolaquilaminico com estrutura química similar a reserpina.
E o principal alcalóide da casca da arvore africana Corynanthe yohimbe, e e encontrado também na Rauwolfia Serpentina (L) Benth.
A ioimbina bloqueia os receptores alfa- 2 adrenérgicos pré-sinápticos.
Sua ação vasodilatadora periférica se assemelha com a da reserpina, embora mais fraca e de menor duração.
O efeito da ioimbina sobre o sistema nervoso autônomo periférico e o aumento da atividade parassimpática (colinérgica) e a diminuição da atividade simpática (adrenérgica).
Na performance sexual masculina a ereção esta ligada a atividade colinérgica e ao bloqueio alfa- 2 adrenérgico, os quais podem teoricamente resultar em aumento do tônus peniano, diminuindo o esvaziamento do fluxo no pênis ou ambos, provocando a estimulação erétil sem aumentar o desejo sexual.
A ioimbina produz vasodilatação do corpo cavernoso pelo efeito alfa- antagonista. A ioimbina exerce ação estimulante sobre o humor e pode aumentar a ansiedade.
Ambas as ações não foram adequadamente estudadas ou relacionadas com a dosagem, entretanto aparentam necessitar de altas doses da droga.
A ioimbina tem uma ação antidiurética moderada, provavelmente via estimulação dos centros hipotalâmicos e liberação do hormônio10 pituitário posterior.
A ioimbina não parece exercer influencia significante na estimulação cardíaca e em outros efeitos mediados pelos receptores beta- adrenérgicos.
Seus efeitos sobre a pressão sanguínea são moderados.

Precauções
Podem decorrer duas ou três semanas antes que os efeitos de Ioimbina se tornem evidentes.
Pacientes recebendo ioimbina devem estar sob supervisão de especialistas habituados ao seu uso.
Não utilizar em pacientes com distúrbios psiquiátricos ou cárdio-renais e com história de úlcera gastroduodenal.
Recomenda-se a monitorização periódica quanto à pressão arterial e freqüência cardíaca. A eficácia deste medicamento depende da capacidade funcional do paciente.
Geralmente o produto não é usado em mulheres.

Conduta na Superdosagem
Doses diárias de 20 a 30 mg podem aumentar a frequencia cardíaca e a pressão sanguínea e produzir rinorreia e piloereção.
Sintomas mais severos, ligados a dosagens muito altas (1,8 g) podem incluir incoordenação, parestesias, tremores e estados issociativos.
A intoxicação deve ser tratada pelo restabelecimento do equilíbrio liquido e pela administração parenteral de adrenérgicos.
Indicação
Disfunções sexuais masculinas, de origem psicogênica, vascular ou diabética.
A ioimbina tem sido usada, principalmente por urologistas, no tratamento e/ou diagnostico de certos tipos de disfunções da ereção masculina.
E proposto também nos casos de hipotensão ortostática, particularmente naquela induzida pelos antidepressivos triciclícos.
Composição
Cada cápsula contém:

Cloridrato de Ioimbina 5mg
Excipiente qsp 1 cápsula
Posologia
Adultos: Uma cápsula de Ioimbina três vezes ao dia.
Se ocorrerem reações como náusea, tontura ou nervosismo, a dosagem pode ser reduzida para 1/2 dose, três vezes ao dia.
Posteriormente, a dose deve ser aumentada gradualmente para 5 mg três vezes ao dia.
O tratamento não deve ser superior a 10 semanas.
Efeitos Colaterais
Sistema Nervoso Central: A ioimbina penetra facilmente no SNC e produz um complexo padrão de respostas com doses menores do que aquelas requeridas para produzir bloqueio alfa- adrenérgico.
Estas incluem antidiurese e excitação central incluindo hipertensão e taquicardia, aumento da atividade motora, irritabilidade, vertigem e nervosismo.
Foram relatadas como ocorrência rara: náusea ou vômito, cefaléia, transpiração, erupção cutânea, rubor e tremor.
Interações Medicamentosas
Não administrar Ioimbina com antidepressivos ou drogas que modificam o humor.
Com a clonidina e similares pode ocorrer uma inibição da atividade anti- hipertensiva (antagonismo a nível dos receptores).
Observações
Venda mediante prescrição do profissional habilitado.

"Não se trata de propaganda e sim descrição do produto, consulte sempre um especialista".
Armazenamento
Manter em temperatura ambiente (15 a 30ºC).
Proteger da luz, do calor e da umidade.
Nestas condições, o medicamento se manterá próprio para o consumo, respeitando o prazo de validade indicado na embalagem.
Prazo de Validade
6 meses.
Advertências
1. Nunca compre medicamento sem orientação de um profissional habilitado.
2. Pessoas com hipersensibilidade à substância não devem ingerir o produto.
3. Em caso de hipersensibilidade ao produto, recomenda-se descontinuar o uso e consultar o médico.
4. Não use o medicamento com o prazo de validade vencido.
5. Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.
6. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica.
7. O uso do medicamento durante o período de amamentação também não é recomendado.
8. Embora não existam contra-indicações relativas a faixas etárias, recomendamos a utilização do produto para pacientes de idade adulta.
9. Este medicamento não deverá ser partido ou mastigado.
10. Siga corretamente o modo de usar. Não desaparecendo os sintomas, procure orientação médica.
11. Pacientes hipertensos, consulte seu médico para uma melhor avaliação.
12. "SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO"
Referências Bibliográficas
1. Bernardino, Maira Jardim; Souza, Valéria Maria de. A Farmacologia do Suplemento: desvendando a prescrição de suplementos e fitoterápicos na prática de nutrição. ? São Paulo: Pharmabooks, 2010.
Prazo para entrega
De 2 a 10 dias úteis.
Opinião dos consumidores
  • 5 00% | Nenhum voto
  • 4 00% | Nenhum voto
  • 3 00% | Nenhum voto
  • 2 00% | Nenhum voto
  • 1 00% | Nenhum voto
Avaliação geral:0 de 5 estrelas

Este produto ainda não tem avaliações.
Ver todos os comentários sobre esse produto
Programa de Pontos
Banner Segurança

Avaliação de Lojas e-bit
     
 
 
     
Tecnologia
iSET - Plataforma de E-commerce para criar loja virtual
Plataforma de E-commerce para criar loja virtual